PRÉ-JOGO: MIAMI HEAT vs. CLEVELAND CAVALIERS

heat_01

Local: Quicken Loans Arena, Cleveland
Horário: 22h30 (Brasília)
Transmissão: League Pass

CLEVELAND CAVALIERS
03. Isaiah Thomas
05. JR Smith
23. LeBron James
99. Jae Crowder
13. Tristan Thompson

Desfalques: Kevin Love

MIAMI HEAT

21. Hassan Whiteside
16. James Johnson
0. Josh Richardson
8. Tyler Johnson
7. Goran Dragic

Desfalques: Dion Waiters, Okaro White, Rodney McGruder

Como Dwyane Wade se reinventou para trilhar o Cavs no caminho certo

Texto escrito por Matt Moore 

dwade

D-Wade não é mais o jogador que já foi um dia, mas sua inteligencia faz com que ainda seja muito útil par sua equipe

Sendo bem sincero, tem horas que você dá risada ao olhar pra ele. As proteções na perna e no braço, seu corpo inteiro protegido. Ele faz movimentos de costa pra cesta em câmera lenta, ele tem dificuldade para voltar no contra ataque do adversário, ele mesmo fala sobre isso de como seu corpo as vezes não responde ao o que ele quer fazer. Seria triste se não fosse por uma coisa.

Dwyane Wade está destruindo.

As estrelas envelhecem de diferentes maneiras, alguns viram super ineficientes como foi com Kobe Bryant. Alguns se adaptam e mudam de função como aconteceu com Vince Carter. Alguns continuam fazendo o mesmo que sempre fizeram, porem em poucos minutos, como Manu Ginobili. Na temporada passada pelo Bulls, Wade tinha um NetRating negativo em uma jovem equipe. Tinha noites que ele “ainda era Dwyane Wade”, mas também tinha noites onde ele tentava fazer coisas que ele não tinha mais capacidade. Com o Cavs, após um início muito ruim, Wade decidiu ir ao banco de reservas. Isso não é simples, foi necessário uma reflexão, e engolir muito orgulho para um jogador 12 vezes all star, 8 vezes all NBA, e 3 titulos da liga. Ser titular ou vir do banco não deveria ser uma grande coisa aos jogadores da NBA, mas a realidade é: é uma grande coisa para eles. E mesmo assim, Wade fez essa transição, e está aproveitando o máximo disso.

Alguns dados:

Wade está com a maior média de assistências por 100 posses de bola desde 2010, enquanto ao mesmo tempo mantem suas médias de rebotes, e inacreditavelmente, tocos

O Cavs está +8.7 por 100 posses de bola com Wade em quadra, e -0.6 com ele no banco. Especificamente, a defesa, o maior problema do Cavs na temporada, está 8.7 por 100 posses de bola melhor com ele em quadra.

Com LeBron James e Wade em quadra, o Cavs está +8.9. Com Wade em quadra, mas LeBron fora….Cavs está +8. Nas últimas três temporadas, Cavs sempre foi negativo com LeBron no banco. Eles eram -8.5 quando ele sentava na temporada passada, o que é um desastre. Nessa temporada eles estão +2.3. Isso é excelente.

Confira o que Wade vem fazendo para ajudar a equipe

 Ataque

A habilidade de Wade de comandar a segunda unidade tem um impacto real na equipe. O Cavs precisava de um segundo playmaker há muitos anos. Kyrie é um dos melhores pontuadores no um contra um, talvez um dos melhores na história, ele também sabe passar a bola, mas ele também não é um playmaker. Ele consegue passar a bola mas nunca ele irá ser um jogador que irá fazer isso a todo momento. As assistências de Kyrie caíram um pouco em relação a temporada passada e estão parecidas com sua temporada de 2015-2016. Ele é um pontuador.

Já Wade vem fazendo um trabalho fantástico de comandar a segunda unidade. Ele vem acreditando muito em Jeff Green, que está chutando surpreendente 34.6% dos três pontos com LeBron James no banco. Wade vem achando Green sempre que esse tem um defensor menor ou mais lento, e os outros do banco Korver e Frye e normalmente mais um chutador deixa Green com ainda mais espaço para pontuar:

 

Wade não é James Harden, ele não engana a defesa para achar jogadores livre. O que ele faz é achar pequenos erros da defesa e explorá-los. Abaixo, Udoh dá um passo errado, somente um passo, e no segundo que Udoh faz isso, Wade acha Cedi Osman para uma bola de três pontos:

 

E Wade está disposto e preparado para fazer o que tanto LeBron e Kyrie negaram nos últimos anos: o corta luz de Kevin Love. Wade usa constantemente isso e o Cavs quase sempre conseguem um bom arremesso. Love é muito bom nisso, ele sabe fazer corta luz e sabe girar para receber o passe:

O fato de que Wade não é mais uma ameaça em atacando a cesta na verdade ajuda o Cavs e os chutadores que eles possuem para efetuar as jogadas. Em vez de atacar a cesta, ele usa o corta luz da melhor forma possível, achando pontos fracos, como abaixo onde Maker fica perdido:

Video 6

 

Defesa

Os números de Wade defensivamente são fantásticos. Eles realmente são. Como falado acima, a defesa é 8.6 pontos melhor a cada 100 posses de bola com ele em quadra. Existe porém coisas a se preocupar: Os números não mostram se quer um jogador atacando com a bola D-Wade. Desde o dia 30 de Novembro não vemos um jogador tentando uma infiltração com Wade defendendo. Os adversários não estão desafiando Wade, e nos playoffs isso certamente irá mudar, e vemos em alguns exemplos que quando ele é testado, ele não consegue defender:

 

Khris Middleton passa facilmente por ele aqui:

Video 8

 

Wade até tenta, mas seu corpo não responde nesses lances. Tudo isso, combinado com o quinteto que ele divide a quadra, problemas podem aparecer e ser um problema nos playoffs. Uma coisa porém que você nota com Wade é que ele estuda os adversários. Ele deixa chutadores ruins com espaço, e defende de perto bons chutadores. Ele ainda também tem mãos rápidas para roubar a bola, e as vezes ele ainda faz coisas assim:

 

Wade se reinventou em Cleveland, assim como Kidd fez quando foi ao Dallas. O passe sempre foi parte de seu jogo, mas mais do que nunca, Wade agora é um comandante em quadra, quem organiza o ataque.

Wade chegou a Cleveland para ajudar seu amigo LeBron. Ele pensou que seria titular, mas isso não aconteceu. Mas ele, mais do que qualquer outra estrela envelhecendo, percebeu suas limitações físicas e ficou satisfeito com seu papel, e ainda acha momentos onde ele decide colocar a equipe em seu ombro, assim como aconteceu em uma partida em Milwaukee.

A discussão se Wade irá conseguir ser efetivo contra Warriors em uma possível final a gente pode deixar para depois, ou até contra Boston na final do Leste. Para agora, vamos apreciar um jogador que deveria ser mais falado como um dos maiores da história, achando um jeito de ser efetivo e continuar contribuindo para sua equipe conseguir uma coisa que ele sempre prezou em seus 15 anos de carreira: vencer.


mattmoore Texto escrito dia 20 de Dezembro por Matt Moore  (Twitter @hpbasketball) para a CBSSports.

Analisando a diferença dos arremessos de Korver com e sem LeBron James em quadra


Texto de Mike Zavagno (Twitter @mzavagno11) escrito em 20 de Novembro, para o site FearTheSword (www.fearthesword.com)


 

kyle-korver-lebron-james

Kyle Korver é um dos melhores chutadores da história e nessa temporada não veem sendo diferente. Atualmente ele tem 43.6% da linha dos três pontos em 94 tentativas, e seus arremessos longos vem sendo crucial para a equipe.

Mas algo curioso vem acontecendo com ele nesse inicio de temporada. Com LeBron James em quadra, Korver tem 35 acertos da linha dos três em 61 tentativas, algo em torno de espantosos 57.4%FG. Quando LeBron está no banco, Korver se torna totalmente gelado, acertando apenas 6 em 33 tentativas (18.2%FG).

Os quase 40% de diferença é algo gigantesco, especialmente para um chutador do nível de Kyle Korver.

O efeito LeBron James

Quando olhamos essa disparidade a primeira coisa que questionamos é quanto de impacto que LeBron está tendo no sucesso dos arremessos de Korver.

Confira abaixo o aproveitamento de Korver em passes de diferentes companheiros de equipe:

tabela2

Além de 53.7% em passes do LeBron, Korver está 6-9 dos três pontos em passes do Wade quando LeBron James também está na quadra, e apenas 1-14 nos passes do Wade com LeBron fora de quadra. 

 

A área onde Korver tem mais sucesso em passes do LeBron é saindo de corta luz sem a bola, normalmente a jogada é exatamente igual ao exemplo acima. Korver está chutando o absurdo 17-25 (68%) saindo de corta luz em passes do LeBron.

Mas esses números não contam toda a historia. Dê uma olhada nessas duas jogadas de Korver. Cavs faz exatamente a mesma jogada, Love finge estar indo fazer corta luz na bola mas continua e faz corta luz sem a bola para Korver.

A primeira em um passe vindo do LeBron:

A segunda em passe vindo do Wade:

 

As jogadas são quase idênticas, o timing e localização do passe também, mas Korver converte apenas o passe vindo do LeBron, e erra no passe de Wade. Obviamente existem alguns passes que somente LeBron é capaz de fazer, mas nesses casos a qualidade dos arremessos nessa jogada vem sendo exatamente a mesma, com LeBron ou sem ele.

 

Por outro lado, existe alguns casos onde a diferença da qualidade de passe do LeBron com a qualidade de Wade fica evidente. Contra o Hornets, Korver faz um corta luz para Jeff Green antes de sair para o arremesso de três, o passe de Wade é um pouco tarde e um pouco balão, tornando o que poderia ser um chute livre, em um arremesso contestado.

Em jogada parecida contra o Bucks, o passe de Wade faz uma possível jogada de pegar e chutar para Korver se tornar um arremesso “step back” de difícil conversão. Korver está chutando 46.9% nos arremessos de pegar e chutar, e apenas 23.1% em arremessos “step back”.

 

Um foco no corta luz

Outra hipótese para a melhor porcentagem de Korver com LeBron é que diferentes jogadores estão efetuando corta luz para Korver, criando assim mais espaço para o arremesso.

Apesar do tempo de LeBron James fora de quadra ser pequeno, esse não parece ser o caso.

tabela-korver

*Screener: Jogador que fez o corta luz

*ON-OFF: LeBron em quadra-LeBron fora de quadra

Korver está chutando 5-7 dos três pontos quando LeBron faz o corta luz. Dê uma olhada nessa jogada contra o Hawks:

Taurean Prince, jogador do Hawks, se depara com uma missão impossível. Quando LeBron faz o corta luz nele, ele pode trocar e deixar mais espaço pro Korver, ou escolher ficar na defesa de Korver para tirar o arremesso de três. Mas se ele resolver fazer isso, ele arrisca LeBron infiltrando para uma bandeja fácil, ou LeBron recebendo a bola perto da cesta sendo defendido por Belinelli.

Nessa lance especifico Prince decide ficar perto de LeBron e deixar Korver sair para o arremesso de três, e assim a jogada acaba terminando com uma bola de três do Korver.

Quando você combina passes e corta luz feitos por LeBron, Korver está chutando 27-48 dos três pontos (56.3%), e é bem possível que esse aproveitamento se mantenha durante toda temporada.

Diferentes tipos de arremessos

A hipótese final para Korver ter quase 40% a mais nos três pontos com LeBron James em quadra é que ele está efetuando esses arremessos de diferentes formas.

Novamente, apesar da amostra de LeBron fora de quadra ser pequena, essa hipótese é bastante possível que seja verdadeira.

Com LeBron em quadra, quase 90% dos arremessos de Korver dos três pontos são efetuados após um corta luz ou com ele parado esperando a bola. Historicamente essas são as duas áreas que Korver sempre foi melhor, e em ambas situações é menos provável que o defensor consiga contestar seu arremesso. Quando LeBron está fora de quadra, a sua combinação de arremessos nessas duas situações cai para apenas 55%.

Observe a diferença na defesa que Anthony Davis consegue fazer em uma tentativa dos três pontos de Korver saindo de um corta luz (segundo vídeo) com a defesa em outro tipo de arremesso (primeiro vídeo).

Como vocês puderam observar, com Korver saindo de um corta luz, ele fica em melhor posição para efetuar o arremesso.

Conclusão

Baseado nos vídeos, existe uma boa razão para acreditar que Korver não irá continuar chutando apenas 18.2% dos três com LeBron fora de quadra. Cavs vem criando suficiente arremessos para ele mesmo sem LeBron, e ele é muito bom chutador para manter essa porcentagem.

Mas o Cavs também deveria focar em colocar ele, quando sem LeBron, em mais situações saindo de corta luz. Talvez em jogadas que ele apenas pega e arremessa seja difícil criar sem LeBron em quadra, mas as jogadas saindo de corta luz são possíveis criar mesmo sem ele.

Ao mesmo tempo é obvio que Korver irá continuar chutando a bola melhor com LeBron em quadra. LeBron é um grande passador, atrai a defesa, e também é muito bom efetuando corta luz, como vimos anteriormente.
Com a habilidade de arremesso do Korver somada a habilidade de infiltração de LeBron, não é surpresa nenhuma que Cavs tenha um NetRating ofensivo de 119.8 com os dois em quadra.

RETROSPECTO CLEVELAND CAVALIERS vs. BOSTON CELTICS EM PLAYOFFS

offs_boston

Olá amigos, tudo bem com vocês???

Chegamos a mais uma final da conferência Leste, nos últimos três anos, muito bom e uma ótima sensação para todos nós torcedores dos Cavs, E nosso adversário desta noite é o Boston Celtics, equipe que ficou na primeira posição da conferencia Leste na temporada regular. Temporada na qual vencemos três dos quatro confrontos contra os Celtics, e hoje começa as finais. Abaixo nosso retrospecto nem tanto positivo assim contra o Boston. O que você espera para esta final?

Confrontos em Playoffs: 6
Partidas: 34
Vitórias Cleveland:16
Vitórias Boston: 18
Cleveland Cavaliers 3×4 Boston Celtics

(apenas 1 confronto em finais de conferência)

1975-1976 

Final Conferência – CLE (2º) 2-4 BOS (1º)

06/mai/1976 – CLE 99 x 111 BOS (c)
09/mai/1976 – CLE 89 x 94 BOS (c)
11/mai/1976 – CLE (c) 83 x 78 BOS

14/mai/1976 – CLE (c) 106 x 87 BOS
16/mai/1976 – CLE 94 x 99 BOS (c)
18/mai/1976 – CLE (c) 87 x 94 BOS
1984-1985 
1ª Rodada – CLE (8º) 1-3 BOS (1º)
18/abr/1985 – CLE 123 x 126 BOS (c)
20/abr/1985 – CLE 106 x 108 BOS (c)
23/Abr/1985 – CLE (c) 105 x 98 BOS
25/abr/1985 – CLE (c) 115 x 117 BOS
1991-1992 

Semi Final Conferência – CLE (3º) 4-3 BOS (2º)

02/mai/1992 – CLE (c) 101 x 76 BOS
04/mai/1992 – CLE (c) 98 x 104 BOS
08/mai/1992 – CLE 107 x 110 BOS (c)
10/mai/1992 – CLE 114 x 112 BOS (c)
13/mai/1992 – CLE (c) 114 x 98 BOS
15/mai/1992 – CLE 91 x 122 BOS (c)
17/mai/1992 – CLE (c) 122 x 104 BOS



2007-2008 

Semi Final Conferência – CLE (4º) 3-4 BOS (1º)

06/mai/2008 – CLE 72 x 76 BOS (c)
08/mai/2008 – CLE 73 x 89 BOS (c)
10/mai/2008 – CLE(c) 108 x 84 BOS
12/mai/2008 – CLE(c) 88 x 77 BOS
14/mai/2008 – CLE 89 x 96 BOS (c)
16/mai/2008 – CLE(c) 74 x 69 BOS
18/mai/2008 – CLE 92 x 97 BOS (c)

2009-2010 

Semi Final Conferência – CLE (1º) 2-4 BOS (4º)

01/mai/2010 – CLE (c) 101 x 93 BOS
03/mai/2010 – CLE (c) 86 x 104 BOS
07/mai/2010 – CLE 124 x 95 BOS (c)
09/mai/2010 – CLE 87 x 97 BOS (c)
11/mai/2010 – CLE (c) 88 x 120 BOS
13/mai/2010 – CLE 85 x 94 BOS (c)

2014-2015 
1ª Rodada – CLE (2º) 4-0 BOS (7º)
cavaliers-vs-celtics-nba-playoffs-2015-images
19/abr/2015 – CLE (c) 113 x 100 BOS
21/abr/2015 – CLE (c) 99 x 91 BOS
23/abr/2015 – CLE 103 x 95 BOS (c)
26/abr/2015 – CLE 101 x 93 BOS (c)
Cleveland Cavaliers x Boston Celtics 
Jogo 1 – 17/mai – Boston Celtics x Cleveland Cavaliers – 21h30 (SporTV)
Jogo 2 – 19/mai – Boston Celtics x Cleveland Cavaliers – 21h30 (SporTV)
Jogo 3 – 21/mai – Cleveland Cavaliers x Boston Celtics – 21h30 (SporTV)
Jogo 4 – 23/mai – Cleveland Cavaliers x Boston Celtics – 21h30 (SporTV)
Jogo 5* – 25/mai – Boston Celtics x Cleveland Cavaliers – 21h30 (SporTV)
Jogo 6* – 27/mai – Cleveland Cavaliers x Boston Celtics – 21h30 (SporTV)
Jogo 7* – 29/mai – Boston Celtics x Cleveland Cavaliers – 21h30 (SporTV)

*se necessário;

#GoCavs #CavsBrasil

RETROSPECTO CLEVELAND CAVALIERS vs. TORONTO RAPTORS EM PLAYOFFS

offs_torontoOlá amigos, tudo bem com vocês???

Chegamos na semi final da conferência Leste, e vamos reeditar as finais da conferência da temporada passada, na qual levamos a melhor em 4-2 (números abaixo), já nesta temporada o confronto entre as duas equipes terminou melhor para nossa equipe, 3-1 no confronto contra os Raptors. Nossos adversários chegam para este confronto após derrotar os Bucks e uma série de seis partidas.

Confrontos em Playoffs: 1
Partidas: 6
Vitórias Cleveland: 4
Vitórias TORONTO: 2

Cleveland Cavaliers 1×0 Toronto Raptors

2015-2016

Final da Conferência – CLE (2º) 4-2 TOR (3º)

17/mai/2016 – CLE (c) 115×84 TOR

19/mai/2016 – CLE (c) 108×89 TOR

21/mai/2016 – CLE 84×99 TOR (c)

23/mai/2016 – CLE 99×105 TOR (c)

25/mai/2016 – CLE (c) 116×78 TOR

27/mai/2016 –  CLE 113×87 TOR (c)

O primeiro confronto das duas equipes começa hoje as 20hs, horário de Brasilia, abaixo as datas e horário das partidas. E você amigo, qual seu palpite para esta série.

Cleveland Cavaliers x Toronto Raptors
Jogo 1 – 01/mai – Raptors x Cavaliers – 20h00 (em Cleveland)
Jogo 2 – 03/mai – Raptors x Cavaliers – 20h00 (em Cleveland)
Jogo 3 – 05/mai – Cavaliers x Raptors – 20h00 (em Toronto)
Jogo 4 – 07/mai – Cavaliers x Raptors – 16h30 (em Toronto)
Jogo 5* – 09/mai – Raptors x Cavaliers – Horário a ser definido (em Cleveland)*
Jogo 6* – 11/mai – Cavaliers x Raptors – Horário a ser definido (em Toronto)*
Jogo 7* – 14/mai – Raptors x Cavaliers – Horário a ser definido (em Cleveland)*

*se necessário;

#GoCavs #CavsBrasil

RETROSPECTO CLEVELAND CAVALIERS vs. INDIANA PACERS EM PLAYOFFS

Olá amigos, tudo bem com vocês???

Os playoffs vão começar e nosso adversário desta primeira rodada será o Indiana Pacers, equipe que terminou a temporada regular na sétima posição. As duas equipes que se enfrentaram em quatro oportunidades nesta temporada regular nosso adversário foi derrotado em 3 oportunidades fechando a séria em 3-1. Em playoffs o confronto aconteceu apenas uma vez na temporada 97-98 e fomos derrotados neste único confronto.

Confrontos em Playoffs: 1
Partidas: 4
Vitórias Cleveland: 0
Vitórias Indiana: 1

Cleveland Cavaliers 0x1 Indiana Pacers

1997-1998

1ª Rodada – CLE (6º) 1-3 IND (3º)

23/abr/1998 – CLE 77×196 IND (c)

25/abr/1998 – CLE 86×92 IND (c)

27/abr/1998 – CLE (c) 86×77  IND

30/abr/1998 – CLE 74×80 IND (c)

O primeiro confronto das duas equipes começa amanhã as 16hs, horário de Brasilia, abaixo as datas e quais jogos teremos transmissão. E você amigo, qual seu palpite para esta série.

Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers 
Jogo 1 – 15/abr – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers – 16h (SporTV)
Jogo 2 – 17/abr – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers – 20h (ESPN)
Jogo 3 – 20/abr – Indiana Pacers x Cleveland Cavaliers – 20h (ESPN)
Jogo 4 – 23/abr – Indiana Pacers x Cleveland Cavaliers – 14h (ESPN)
Jogo 5* – 25/abr – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers – a ser marcado
Jogo 6* – 27/abr – Indiana Pacers x Cleveland Cavaliers – a ser marcado
Jogo 7* – 29/abr – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers – a ser marcado

*se necessário;
** do lado esquerdo o time com mando de quadra.

#GoCavs #CavsBrasil

Na prorrogação, terceira derrota seguida

Olá amigos, tudo bem com vocês???

Última noite nossa equipe sofreu sua terceira derrota consecutiva, é a segunda vez que isso ocorre nesta temporada. A derrota desta vez foi para a equipe do Sacramento Kings por 116 a 112, com direito a prorrogação. Nossa equipe começou mal a partida e logo de cara já perdia por 10 a 0 (DEZ!!!! a zero). Os Cavs ainda conseguiram reagir ainda no primeiro quadro e fechar na frente do placar, o segundo período foi mais disputado, porem os Kings foram para o intervalo vencendo por 12pts.

No segundo tempo da partida houve muito equilibro entre as duas equipes, trocando a liderança em diversos momentos do período. No último quarto nossa equipe chegou a abrir boa vantagem sobre seu adversário, porém o apagão voltou a aparecer nos Cavs, a vantagem diminuir e no final do período os Kings empataram a partida levando a decisão para a prorrogação.

Na prorrogação os Cavs chegaram a abrir 111 a 106 no placar, mas não conseguiu segurar o time dos Kings e acabaram levando a virada e chegando a sua terceira derrota seguida. Esta é a quinta derrota dos Cavs nos últimos oito jogos.

A próxima partida será dia 27 (sexta) as 22h30 no horário de Brasília contra o Brooklyn Nets jogando na Q-Arena.

Destaques

LeBron James: 24 pontos, 13 rebotes, 11 assistências;
Kevin Love: 21 pontos, 16 rebotes, 5 assistências
Kyrie Irving: 20 pontos, 6 assistências
Iman Shumpert: 16 pontos

getty-images-632722790 getty-images-632722954 getty-images-632731394 getty-images-632731406 getty-images-632731410

Pós jogo: Cleveland Cavaliers 106 X 110 Atlanta Hawks


Sim, perdemos. Após 5 meses sem lembrar desse sentimento de derrota, perdemos pro Hawks. E foi uma derrota extremamente frustrante.

Pelas inúmeras bolas de três forçadas. Pelas várias vezes que o time reagiu, encostou no placar, mas na hora de virar não sabia mais jogar basquete.

Mas foi bom. Por mais que a derrota nunca tenha um gosto bom, mas perder agora serve pro time acordar, perceber que não venceremos jogos só porque somos campeões. A derrota vai servir pros jogadores perceberem que todos os times da Liga vão trazer o seu melhor jogo toda noite pra jogar contra o Cavs. Vai servir pra lembrar que, sempre que quisermos jogar, só dois/três times na Liga podem jogar de igual pra igual.

(Ah, e você, é, você mesmo. Você que está lendo isso e pensando: “que feio, perdemos pro nosso maior freguês. Patético”. Hawks melhorou, e agora é um matchup mais difícil pro Cavs. Somos melhores? Sim, somos. Mas o Hawks não é tão ruim como muita gente acha.)

Cavs
LeBron: 23 pts, 9 rebs, 5 asts e 3 steals;
Kevin Love: 24 pts, 12 rebs, 3 asts e 2 steals;
Kyrie: 29 pts e 4 assists.
Hawks
Schroder 28 pts 6 asts;
Millsap 21 pts 5 rebs;
Howard 7 pts e 17 rebs.
* Os Cavs foram 11/42 nas bolas de 3. Atlanta cometeu 19 turnovers enquanto os Cavs cometeram apenas 6. Diferença do jogo foi as forçadas absurdas pelos Cavs, nos últimos 6 arremessos do 2ºQ foram bolas de 3pts.
getty-images-621800914 irving_atlantagetty-images-621809024
#CavsBrasil

Cleveland Cavaliers 102×101 Philadelphia 76ers

Cavs continua sem perder no campeonato, mas ontem ficou um gosto amargo na boca. Cavs enfrentou uma equipe fraca, e sem dois dos principais jogadores (Noel e Simmons) e ainda sim quase saiu com a primeira derrota na temporada.

Resumir a partida é fácil, Cavs aumentava o ritmo e abria uma boa vantagem, relaxava, e Sixers voltava ao jogo. Aconteceu isso umas cinco vezes na partida, parecia replay. A parte boa disso é que a equipe tem muito tempo pra corrigir, e isso é pouco perto da quantidade de problemas que a maioria das equipes enfrenta nessa fase do campeonato. Cavs conseguiu no final da partida boas defesas encima de Embiid e uma bola de três de Frye para decidir a partida.

LeBron James não esteve bem no aproveitamento de arremessos, ainda sim foi o grande destaque, fazendo de tudo em quadra e cestas importantes no final. Kevin Love continua fazendo uma temporada fantástica. Já Kyrie, ontem fez um de seus piores jogos na carreira, tendo apenas 3-19 no aproveitamento de arremesso.

Destaques:

Cavs

LeBron 25pts, 14ass;

Love 20pts, 11reb;

Thompson 13reb;

Smith 11pts;

Sixers

Embiid 22pts;

IIyasova 21ptss;

Okafor 14pts;

Henderson 11pts;

Rodriguez 11ass.

lebron-76ers

irving_sixers

love_sixers

#CavsBrasil