Wade compara último ano de James em Miami à atual temporada.

wade

O ala armador Dwyane Wade ainda se surpreende ao lembrar que em 2014 ele, Lebron James e o Miami Heat alcançaram as finais pelo quarto ano consecutivo. Agora, em sua primeira temporada em Cleveland em uma equipe vivendo problemas e em busca de sua quarta final consecutiva, é natural que o veterano traçe paralelos.

“No ano passado, em Miami, quando fomos às finais, não sei como conseguimos”, disse Wade depois do treino da quinta-feira passada . “Era pior, porque não eram caras novos , eram caras que haviam convivido quatro anos seguidos. Suas piadas já não eram engraçadas para os outros. Quando você entra no treino, não havia mais um sorriso grande. Os indivíduos, a convivência… acabava com você. É como estar em um casamento ruim.”

Essa equipe do Heat, que caiu para o San Antonio Spurs nas Finais da NBA de 2014, estava confiando em veteranos como Ray Allen, Shane Battier e Rashard Lewis para colaborar com as estrelas James, Wade e Chris Bosh. O time do Cavs deste ano ainda tem James como estrela, juntamente com Kevin Love e eventualmente Isaiah Thomas, assim que retornar de uma lesão do quadril, e veteranos como Wade (35), Jeff Green (31), Derrick Rose (29), JR Smith (32) e Kyle Korver (36) estão desempenhando papéis auxiliares.

“Mas de alguma forma conseguimos as Finais”, disse Wade sobre a equipe do Heat. “Indiana deveria ter nos vencido naquele ano. Tivemos uma vantagem mental sobre esses caras e conseguimos vencer. Mas não deveríamos ter estado lá. Por isso, é difícil, definitivamente. Por isso não foi feito muito. Para os caras que estão aqui, você tem que puxar outra coisa para motivá-los, para que você sinta a fome novamente como você teve no primeiro ano. Isso é esporte, é difícil “.

Miami bateu Paul George, liderando o Indiana Pacers, nas finais da Conferência Leste em seis jogos, mas depois foi derrotado pelos Spurs de Popovich, Duncan e Leonard em cinco jogos nas Finais: média de 18 pontos por derrota. Pouco depois da derrota, Allen, Battier e Lewis se aposentaram. No mês seguinte, James anunciou que estava retornando a Cleveland para jogar novamente com os Cavs, efetivamente encerrando o “casamento ruim” ao qual Wade se referia.

Mesmo com o fraco começo deste ano e com um desafio como o Washington Wizards em sequência, Wade diz que os Cavs de 2017-18 têm uma mistura de sangue novo (embora corpos velhos) que o Heat 2013-14 tinha em falta.

“Com os novos caras aqui, você tem caras que nunca foram para os finais, caras com fome”, disse Wade. “Obviamente, Isaiah é um deles, que está fora. Derrick e caras que nunca estiveram. Espero que possamos que possamos nos beneficiar disso.

O  Heat de 2013/14 iniciou a temporada com 4 vitórias e 3 derrotas, e depois ganhou 10 jogos seguidos. Wade não prometeu uma reviravolta tão dramática para os Cavs, mas ele disse que não acredita que os tempos difíceis também durarão para sempre.

“Oito jogos na temporada”, disse Wade. “Ninguém aqui é um novato. Todos aqui estão passando por isso. Muitos garotos atravessaram o maior dos altos e os mais baixos dos baixos. É frustrante quando você está passando por isso. Ninguém é mais frustrado do que você por dentro. … Temos que continuar a entender que vamos sair disso e esta será uma lembrança distante em um ponto, mas agora estamos nela. Nós temos que descobrir porque, e eu acho que vamos. Comunicação, chegando todos os dias com uma mente fresca, com uma mente aberta para ouvir os treinadores, ouvir uns aos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *