PÓS JOGO: CLEVELAND CAVALIERS 130 X WASHINGTON WIZARDS 122

171103-clewas-6Em noite de marcas históricas ,LeBron anota 57 pontos, garante vitória dos Cavs e afasta falatório sobre últimas derrotas.

  • Ao adentrar na Capital One Arena,em Washington, LeBron James precisava de apenas 8 pontos para ser o mais jovem jogador a alcançar os 29,000 pontos, uma seleta lista na história da NBA. O recente retrospecto do Cleveland Cavaliers, porém, demandava mais,muito mais.E foi exatamente o que o ala entregou.

Enfrentando um dos favoritos a participar das finais de conferência do leste nesta temporada, os Cavaliers imprimiram um ritmo ofensivo forte já no primeiro quarto ao anotar 42 pontos. A defesa, novamente com falhas, mostrou evolução quanto a intensidade e limitou a pontuação do armador John Wall, que ainda foi capaz de distribuir assistências e manter o Wizards na cola com 36 pontos.

No segundo quarto, os ataques avassaladores não se repetiram e o aproveitamento de quadra caiu. Com Wall,Beal,James e Love no banco na maior parte do tempo, a franquia de Cleveland viu o veterano Wade liderar a segunda unidade. O primeiro tempo chegou ao fim com LeBron e o armador titular Derrick Rose liderando a equipe em pontos(24 e 18), em uma parcial de 74-66.

Na volta do intervalo, o que se viu foi um jogo com grandes oscilações das equipes, sofrendo pontos seguidos em alguns momentos. O capitão dos Cavs focou nas jogadas dentro do garrafão, como seus fade away e jogadas de isolação e foi determinante para que sua equipe mantivesse sua liderança para o começo do quarto decisivo.

Foi nos 12 minutos finais que a franquia da capital ensaiou por diversas vezes uma reação, mantendo se sempre a uma distância de 8 ou 11 pontos. Todas as tentativas, porém, foram silenciadas pelo camisa 23 que levou Cleveland a uma vitória motivadora de 130-122 na qual os altos aproveitamento dos lances livres(93%), dos arremesso de quadra(56%) e até das bolas de três, o calvário do time ultimamente(45%), se destacaram. Outro fator que colaborou na vitória foi o bom desempenho defensivo do ala Jae Crowder, que também foi bem no outro lado da quadra com 17 pontos. Seus minutos no quinteto titular se devem a lesão de Tristan Thompson, o que também causou uma maior presença do pivô Ante Zizic em quadra, que anotou 2 pontos em seis minutos.

Com uma performance exuberante de 57 pontos(recorde da temporada), 11 rebotes e 7 assistências, LeBron alcançou outras marcas históricas: Igualou o recorde da franquia, estabelecido por Kyrie Irving, assim como se aproximou de seu recorde pessoal, de 61 pontos. James pulou dois lugares na lista de maiores arremessadores de quadra (Garnett e Havlicek), se tornou o 18º maior ladrão de bola da história e se aproxima de Michael Jordan no número de partidas seguidas com pelo menos 10 pontos: São 800 agora, enquanto o ídolo do Chicago Bulls atingiu 866, recorde que pode ser atingido ainda nesta temporada.

O brilhantismo de James garantiu  a vitória, mas não pode esconder o fato de que a equipe ainda apresenta deficiências defensivas e parece condicionar seu nível frente ao adversário, estratégia que frequentemente leva a derrotas. Ajustes são necessários e todos em Cleveland sabem disso, mas é hora de apenas aproveitar o privilégio que é assistir LeBron James em uma quadra de basquete.

DESTAQUES DA PARTIDA

CLE

LeBron James: 57 pontos, 7 assistências, 11 rebotes

Jae Crowder: 17 pontos, 7 rebotes

Kevin Love: 11 pontos, 8 rebotes

Derrick Rose: 20 pontos

WAS

Bradley Beal: 36 pontos, 4 assistências, 4 rebotes

Jhon Wall: 13 pontos, 15 assistências, 6 rebotes

Fotos da partida


 Próximo confronto : vs Atlanta( 05/11,18:00)

PORQUE KYRIE É UM ALL-STAR (PÓS JOGO)

 

Cavaliers-Wizards-Bas_Nava-1-e1452152770118

O jogo era entre Cavaliers e Wizards, mas todas as atenções estavam viradas para o matchup entre Kyrie Irving e John Wall, devido a declarações essa rivalidade cresceu, para saber mais veja o pré-jogo escrito pelo Guga.

E adivinhem quem se deu melhor nessa história?! Pois bem, o Mr. 4º Quarter está de volta, e ele voltou em grande estilo. Todos sabemos que Kyrie adora uma visibilidade, já vimos ele decidir jogos sobre a pressão de estar televisionado em rede nacional, ser MVP de All Star game, batalhar com Brandon Knight no Jogo dos calouros (inclusive deixando Knight com dor de tornozelo), e ontem com toda visibilidade construída depois da declaração de Wall sobre Irving e o All-Star Game, o garoto Irving mostrou que já está em forma e sem sinal da lesão que o deixou afastado do início da temporada.

O Cavs começou o jogo meio lento, parecendo estar com preguiça de jogar. Wizards chegou a abrir uma pequena vantagem, que o Cavs logo tirou e o jogo ficou bem equilibrado durante todo o primeiro tempo. Cavs virou a primeira parte do jogo vencendo por 62 a 50.

Foi no terceiro quarto que o jogo ganhou em velocidade e em performance dos principais jogadores das equipes. Do lado do Cavs LeBron james começou a deslanchar no jogo no terceiro quarto fazendo 4 bolas de 3 pontos em menos de 2 minutos,  e dando uma enterrada monstra em cima de Otto Porter Jr. Nesse momento o Cavs administrava a vantagem que girava em torno dos 10 pontos, até Garry Temple e John Wall resolverem empatar o jogo nos últimos minutos do terceiro período.

E no derradeiro quarto, Kyrie resolveu dar o show dele, parafraseando o mito Rômulo Mendonça: “Irving foi possuído pelo ritmo Ragatanga” no 4º quarto. Neste período ele marcou 21 dos 32 pontos que fez no jogo (melhor marca da temporada até agora pra Irving), além de dar show, como já estamos acostumados a ver, bandejas incríveis, crossovers desconcertantes (Nenê que o diga), e chutes bem marcado que insistiam em cair. Irving definitivamente mostrou que está de volta e que é sim um dos melhores armadores da liga.

  • LeBron James acabou o jogo como cestinha do Cavs com 34 pontos, além de pegar 10 rebotes e distribuir 4 assistências. LeBron chutou 12-22 dos arremessos de quadra e 4-9 nas tentativas de três pontos.
  • Irving além dos 32 pontos já citados, acabou com 5 rebotes e 3 assistências.
  • JR Smith fez uma partida impressionante, com bom aproveitamento nos chutes e infiltrando muito bem também. Se continuar jogando neste nível ele será de uma ajuda importantíssima para o time no decorrer da temporada e playoffs. O time precisa dele chutando bem para desafogar o ataque quando necessário. JR acabou o jogo com 25 pontos, 3 rebotes e 3 roubos de bola. Chutou 10-16 de quadra e 5-10 nas tentativas de três pontos.
  • Com o perímetro dominando o ataque os jogadores de garrafão foram mais discretos na partida. Love acabou o jogo com apenas 8 pontos, e pegou 9 rebotes. Thompson fez 12 pontos, mas pegou apenas 3 rebotes.
  • O melhor jogador do time vindo do banco foi Shumpert, que finalizou a partida com 5 pontos, 6 rebotes e 3 assistências.

Próximo do jogo do Cavs será amanhã (sexta-feira) contra o Minnesota Timberwolves, no Target Center.